chuva-na-serra2

Chuva Na Serra

Sonia Fukuda

Janela aberta
Abstrata manhã
Irrompe
Inaudível música
Inadeléveis sensações
Vento que vem
Vento que passa
Saudade que fica
Murmúrio de vozes
Que não ouço…
Cortina transparente,
Próxima, se aproxima…
De repente,
Desintegração total
Da cabana
Do céu
Da terra…
Agora,
Só eu e você
Nesta manhã de chuva…
Na serra.


  Deixe Seu Comentário usando o Facebook